11 Ago

Após retaliação do PMDB por voto contra Temer, Zveiter anuncia saída do partido

Imagem: André Coelho / Ag. O Globo
Relator do parecer desfavorável ao presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o deputado Sérgio Zveiter pediu para se desfiliar do PMDB na tarde desta sexta-feira. O pedido acontece um dia após o partido anunciar uma retaliação aos parlamentares que votaram contra Temer no plenário da Câmara — portanto, a favor do prosseguimento da denúncia por corrupção passiva ao Supremo Tribunal Federal (STF).



— Não posso aceitar punição. É meu direito que tenho como deputado votar de acordo com a minha consciência. Não posso abrir mão disso. Tomei essa decisão e estou protocolando agora. Fiz uma manifestação ao partido, um pedido de desfiliação — disse o deputado.

Leia também: 

Afundado em dívidas, governo do Rio quer gastar R$ 2,5 milhões em jatinho para o governador
Procurador diz que não é possível provar que contas da JBS-Friboi eram para Lula e Dilma
Delações devem ter novo ‘recall’ quando nova PGR assumir
Maia critica proposta de fundo público de R$ 3,6 bilhões para eleições
Alexandre de Moraes critica criação de mandatos para Supremo


De acordo com o comunicado da Executiva peemedebista, a punição consiste em suspender os parlamentares de suas funções partidárias por 60 dias. Ou seja, os deputados ficam proibidos de atuar em atividades da Executiva ou de diretórios do partido nos estados. No caso de Zveiter, como ele não exercia nenhuma função partidária, a medida não teria nenhum efeito num primeiro momento.

Durante o período de 60 dias, o Conselho de Ética do PMDB analisa as punições que serão aplicadas. No fim do processo, o deputado pode sofrer desde uma advertência, até a expulsão do partido.

Ainda cabe ao líder da bancada peemedebista na Câmara, deputado Baleia Rossi (SP), a decisão de manter ou tirar os parlamentares das comissões que fazem parte. Como Zveiter é titular da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e é suplente na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT), apenas isto poderia afetá-lo de imediato.

— Vi que cabe ao líder do partido, o Baleia Rossi, tomar decisões em relação a tirar de comissões. Isso ele poderia fazer, mas não vai ter essa oportunidade porque já estou protocolando minha saída — afirmou.

Veja também:



Maurício Ferro
O Globo
Editado por Política na Rede

Leia Mais Em: Após retaliação do PMDB por voto contra Temer, Zveiter anuncia saída do partido

Powered by WPeMatico